Prepare sua lábia

Se você é daquelas pessoas que gosta de negociar preços e chorar aquele descontinho, a Índia vai virar um parque de diversões, mas se você não tem essa mania, prepare-se para aprender a arte de pechinchar, você vai precisar dela ou vai acabar perdendo seu rico dinheirinho. Confesso que eu não tinha muito esse costume, mas depois de uns meses viajando pela Índia, meu amigo, me tornei Head of Pechincha. Pra você ter ideia de como eu fazia valer cada centavo, acho que a frase que eu mais disse em toda minha viagem depois de “Namastê” foi “This is not the price” (esse não é o preço).

Duas dicas básicas para todo início de conversa: 1) Nunca converta em reais o valor,  senão você vai achar inclusive o preço inicial barato. 2) Não tenha medo ou receio de parecer muquirana. Lembre-se: o vendedor nunca vai fechar o negócio se o preço não valer a pena pra ele, e se você estiver num bazar desses de rua, o vendedor sabe que se você não fechar negócio com ele, vai fechar com o vendedor vizinho.

Tudo é pechinchável. Fruta, temperos, calças, camisetas, artes em geral, e se você estiver disposto a ficar de papo com os vendedores, tudo isso vai chegar num preço tão atrativo que até a menos consumista vai querer levar uma lembrancinha para aquele tio distante.

sari
O valor inicial desse sari era 1200 rúpias, o preço final foi 650 (o preço para uma indiana ficaria 400).

Minha dica é que você converse com algum indiano ou indiana que não seja vendedor e tente descobrir o valor real das coisas. Sabendo quanto custa de verdade, você saberá quanto pode pechinchar (e quanto o vendedor está tentando tirar de vantagem em cima de você).

A melhor negociação que essa que vos escreve já conseguiu acho foi uma kurta (é tipo um vestido) que o preço inicial era 800 rúpias e eu levei 2 kurtas por 400 rúpias. Perdi 15 minutos, mas subi muitos degraus na Escola da Pechincha.

Pois bem, seja muquirana que nem eu, coloque um sorriso no rosto e mantenha o espírito esportivo que no final do dia você vai economizar muitas rúpias. E se você viajar com a gente, deixa comigo que vou ensinar como funciona a coisa toda logo de chegada, no Paharganj Bazar, em Delhi. Nosso próximo roteiro onde vamos passar por lugares que você vai querer carregar o bazar todo com você é em outubro, vem?

 

1 comentário Adicione o seu

  1. Rosiane disse:

    Sensacional…
    Quando será a próxima viagem?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s