E se viajar te desse um diploma?

 

Se viajar desse diploma certamente viajaríamos mais.

Temos uma tara por certificado.

Apple e Google já não exigem mais. Já imaginou?

Se viajar desse diploma aí sim seríamos tudo que toda empresa quer.

Se viajar desse diploma daríamos menos rasteiras profissionais.

Se viajar desse diploma, entenderíamos a educação como um valor em si e não um meio para ganhar mais.

Se viajar desse diploma, o cargo ou salário mais alto não seria o único fim.

Se viajar desse um diploma, seríamos doutores de nós mesmos.

Se viajar desse diploma, desejaríamos atingir um topo diferente aos 30.

Se viajar desse diploma saberíamos a diferença entre gasto e investimento.

Se viajar desse diploma, seríamos humanos mais humanos.

Se viajar desse diploma, muita gente ia gostar de estudar.

Se viajar desse diploma, o sentido de network faria mais sentido.

Se viajar desse diploma, teríamos mais auto estima e resiliência.

Se viajar desse diploma equilibraríamos o valor entre a experiência a teoria.

Se viajar desse diploma colocaríamos os dois pés mais para fora da ignorância e do medo.

Se viajar desse diploma seríamos mais simples e menos prisioneiros.

Se viajar desse diploma sentiríamos o gosto real da liberdade.

Se viajar desse diploma, teríamos orgulho de verdade dessa palavra.

Se viajar desse diploma deixaríamos de agradar a todos, o tempo todo.

Se viajar desse diploma, falaríamos mais de nós e menos dos outros.

Se viajar desse diploma saberíamos como é bom ser um aprendiz.

Se viajar desse diploma pensaríamos melhor no que se diz.

Se viajar desse diploma teríamos respostas diferentes qd nos questionassem na rua.

Se viajar desse diploma entenderíamos que existem outros saberes.

Se viajar desse diploma teríamos um país com mais amor.

Se viajar desse diploma seríamos melhores pais, mães, filhos e amigos.

Se viajar desse diploma voltaríamos de festas menos vazios.

Se viajar desse diploma descobriríamos que viajar não é para muitos de nós.

Se viajar desse diploma as aulas de história seriam de verdade.

Se viajar desse diploma pararíamos de chamar ilusão de realidade.


Texto do coach, fotógrafo e querido amigo Samir Abud, que trouxe para Índia sua vivência Meu Lugar no Mundo, em setembro de 2018.

Em novembro teremos a segunda edição da vivência O Meu Lugar no Mundo, com apenas 8 vagas. Clique aqui para mais detalhes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s